Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
15/02/22 às 16h38 - Atualizado em 15/02/22 às 16h38

Codese/DF realiza 1ª fase do Hackathon “O DF que a gente quer”

 

Com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal, o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal  (Codese/DF) realizou no último sábado, 12 de fevereiro, a 1ª fase do Hackathon “O DF que a gente quer”, com a participação de cerca de 50 representantes das cidades de Fercal, Sobradinho I e II, Itapuã, Planaltina, Paranoá, São Sebastião e Varjão.

 

Foram apresentados, nesta 1ª fase, os seguintes projetos:
• 1. Planaltina, com com o projeto “Caminhos”, sobre paisagismo cultural – uma proposta para fortalecer o turismo;
• 2. Itapuã, com o projeto “Agência de emprego virtual”, para transformação de autônomos em MEI com capacitação profissional;
• 3. Paranoá, com o projeto “Circuito Paranoá – Brasília nasce aqui”;
• 4. Sobradinho II, com o projeto que une casa de acolhimento para mulheres vítimas da violência doméstica com geração de renda, por meio da produção de compotas e doces de frutos do Cerrado;
• 5. Sobradinho I, com o projeto de escola de formação para o Polo de Cinema;
• 6. Fercal, com o projeto “Turismo Rural e culturas tradicionais”;
• 7. São Sebastião, com um projeto de hortas comunitárias – formação, produção, comercialização e segurança alimentar.
• 8. Varjão, com um projeto de construção de um galpão de reciclagem.

 

Dividido em 4 eventos, nos meses de fevereiro e março, o hackathon envolverá todas as 33 regiões administrativas do DF, onde a população de cada cidade irá mapear seus “tesouros” locais e escolher aqueles com potencial de se transformarem em riquezas de desenvolvimento socioeconômico regionais.

 

As melhores ideias para o aproveitamento dessas riquezas serão apresentadas e premiadas em um evento no auditório do Museu Nacional, próximo à Rodoviária do Plano Piloto, no dia 26 de março.

 

As cidades premiadas nesta 1ª fase do hackathon:

• 1º lugar – Planaltina: com o projeto “Caminhos”, sobre paisagismo cultural – uma proposta para fortalecer o turismo.
• 2º lugar – Itapuã: com o projeto “Agência de emprego virtual”, para transformação de autônomos em MEI com capacitação profissional.
• 3º lugar – Paranoá: com o projeto “Circuito Paranoá – Brasília nasce aqui”.
• Sobradinho II recebeu Menção Honrosa pelo projeto que une casa de acolhimento para mulheres vítimas da violência doméstica com geração de renda, por meio da produção de compotas e doces de frutos do Cerrado.

 

As melhores ideias para o aproveitamento dessas riquezas serão apresentadas e premiadas em um evento no auditório do Museu Nacional, próximo à Rodoviária do Plano Piloto, no dia 26 de março.

 

Confira o calendário das próximas etapas do Hackathon e quando a sua cidade irá participar:

2ª fase – dia 19 de fevereiro
Local: Faculdade Senac – 713/913 Sul
Horário: das 08 às 18h
Cidades participantes: Riacho Fundo I e II, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Park Way, Jardim Botânico e PAD-DF.

3ª fase – dia 12 de março
Local: Faculdade Senac – 713/913 Sul
Horário: das 08 às 18h
Cidades participantes: Brazlândia, Ceilândia, Sol Nascente, Samambaia, Recanto das Emas, Gama e Santa Maria.

4ª fase – dia 19 de março
Local: Faculdade Senac – 713/913 Sul
Horário: das 08 às 18h

 

Cidades participantes: Taguatinga, Vicente Pires, Estrutural, SAI, Águas Claras, Arniqueiras, Guará I e II, Cruzeiro, Asa Sul, Asa Norte, Sudoeste, Noroeste, Lago Sul e Lago Norte.

Inscrições GRATUITAS – Vagas LIMITADAS.

Participarão do hackathon lideranças comunitárias, estudantes e pessoas atuantes em todas as cidades do Distrito Federal, mas qualquer interessado também pode se inscrever.

 

Para mais informações acesse www.odfqueagentequer.org/hackathon

Inscrições por telefone ou WhatsApp: (61) 99198-0938 ou por e-mail: atendimento@espacomultiplicidade.com.br

 

Governo do Distrito Federal