Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
9/08/23 às 16h13 - Atualizado em 9/08/23 às 16h15

4º ciclo do RenovaDF vai capacitar mais 2,5 mil alunos

Iniciativa já ajudou a qualificar mais de 12 mil profissionais e recuperar 1,5 mil equipamentos públicos 

O Governo do Distrito Federal (GDF) lançou, nesta quarta-feira (9), o 4º ciclo 2023 do RenovaDF, iniciativa que promove capacitação de profissionais, facilitando o ingresso no mercado de trabalho e auxiliando na preservação e restauração dos espaços públicos da capital. Nesta etapa, serão 2,5 mil novos alunos qualificados. Deste total, 150 vagas foram destinadas para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“O RenovaDF, além de criar uma grande oportunidade para a capacitação profissional desses alunos, pode transformar a vida das pessoas. É bonito ver o governo ajudar essas pessoas a darem o primeiro passo. Às vezes, é preciso dar o primeiro passo e é justamente neste primeiro passo que o GDF está disposto a ajudar essas pessoas”Celina Leão, vice-governadora

O lançamento da nova fase do programa ocorreu no Ginásio Regional de Esportes do Cruzeiro. Na ocasião, a vice-governadora do DF, Celina Leão, destacou o caráter social e transformador da iniciativa. “O RenovaDF, além de criar uma grande oportunidade para a capacitação profissional desses alunos, pode transformar a vida das pessoas. É bonito ver o governo ajudar essas pessoas a darem o primeiro passo. Às vezes, é preciso dar o primeiro passo e é justamente neste primeiro passo que o GDF está disposto a ajudar essas pessoas”, disse.

O RenovaDF é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda em parceria com a Secretaria de Governo e busca atender demandas de restaurações das administrações regionais. O programa reúne cursos de iniciação profissional, aplicados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do DF (Senai-DF).

Entre os 2,5 mil novos alunos que serão qualificados neste 4º ciclo do programa, 150 são pessoas em situação de vulnerabilidade social | Fotos: George Gianni/VGDF

“É qualificação profissional na veia. É oportunidade de trabalho e de se colocar no mercado de trabalho em condições de igualdade com qualquer outro profissional”Thales Mendes, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Os alunos serão capacitados como profissionais de auxiliar de manutenção com noções de diferentes profissões, como jardineiro, serralheiro, pintor e pedreiro. “É qualificação profissional na veia. É oportunidade de trabalho e de se colocar no mercado de trabalho em condições de igualdade com qualquer outro profissional”, enfatiza o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda do Distrito Federal, Thales Mendes.

“É um programa feito com várias mãos, é mais que só qualificação profissional, é respeito para as pessoas, cidadania, um sinônimo de exemplo”, prossegue.

O curso tem duração de 240 horas (três meses), com quatro horas diárias de trabalho. Os trabalhadores recebem, pela execução dos serviços, salário mínimo, auxílio-transporte e contam com seguro contra acidentes pessoais.

“É o maior programa de inclusão socioprodutivo do nosso país. A gente só pode dizer da nossa alegria, do Senai, de sermos os executores do projeto. Acreditamos muito nessa cooperação, em dar as ferramentas para as pessoas construírem seu futuro”, defendeu Marco Secco, diretor regional do Senai-DF.

A vice-governadora do DF, Celina Leão, destacou, durante o lançamento da nova fase do programa no Ginásio Regional de Esportes do Cruzeiro, o caráter social e transformador da iniciativa

Qualificação em família

Osmanete Chaves, 34 anos, é dona de casa e mãe de seis filhos. Ela participou do 7º ciclo do RenovaDF de 2022 e, nesta quarta-feira, acompanhou a filha, Grazielly Chaves, 18, que está entre os alunos selecionados para a nova etapa da iniciativa. “Eu a inscrevi porque tive uma experiência muito positiva que, se eu pudesse fazer de novo, faria quantas vezes fosse necessário. É uma oportunidade única de conseguir um dinheiro, trabalhando em meio período e adquirindo conhecimentos”, explica.

Grazielly disse estar animada com a oportunidade oferecida pelo GDF. “É uma chance única de desenvolver conhecimento, uma oportunidade que as pessoas deveriam aproveitar, ainda mais aquelas que não possuem nenhuma qualificação. Minha mãe me inscreveu por conta da experiência positiva que ela teve”.

Resultados

Lançado em 2021, o RenovaDF já qualificou mais de 12 mil profissionais. Em 2023, foram 1,3 mil diplomas entregues no 1º ciclo, 1,5 mil no 2º ciclo e outros 3,5 mil alunos qualificados ao final do 3º ciclo. Ao todo, o GDF promoverá seis ciclos do programa neste ano.

 

Parte dos alunos qualificados retorna à iniciativa como instrutor para ajudar a qualificar outros profissionais. “Esses alunos, além de saírem mais qualificados, conseguem empregos ao longo do curso por conta da experiência obtida, do que aprendem nas aulas. Muitos ajudam a própria comunidade e outros voltam como instrutores do Senai”, explica Lucila Mariano, orientadora pedagógica do RenovaDF.

Até o momento, a iniciativa já contemplou 21 regiões administrativas e ajudou a restaurar um total de 1,5 mil equipamentos públicos, como praças, parquinhos, quadras poliesportivas, campos sintéticos de futebol, vilas olímpicas e viadutos.

Para participar, o interessado precisa ter, pelo menos, 18 anos e residir no DF, em situação de desemprego e nato, naturalizado ou estrangeiro em situação regular no país.

 

Agência Brasília

Governo do Distrito Federal